fundo

Calvície

Antes de falar propriamente em calvície parece-nos importante comentar a formação e o ciclo do cabelo, ou por outras palavras, as fases biológicas do ciclo do cabelo.
A pele é o maior órgão do corpo humano, estando simultaneamente em contacto com o exterior e o interior do corpo humano. É composta por três camadas celulares: Epiderme (exterior), Derme (intermédio) e Hipoderme (camada mais interior. Os cabelos formam-se na camada da derme. Todo o corpo humano tem pelos com exceção da palma das mãos e a planta dos pés.

 

Existem aproximadamente cinco milhões de unidades foliculares em cada individuo, e na cabeça de cada pessoa existem aproximadamente 100.000 unidades foliculares.

O ciclo biológico do cabelo é dividido em três fases, que são: anagenenese (crescimento), catagenese (repouso) e telogenese (queda). Cada fase têm um período especifico de duração e cada cabelo cresce/vive por um período médio de 2 a 8 anos. Após o tempo máximo de crescimento a raiz do cabelo desprende-se e este solta-se no sentido da superfície da pele.

No ser humano cada cabelo está numa fase independente, dado que se todos os cabelos estivessem na mesma fase, no final de cada ciclo de crescimento haveria uma perca total do cabelo, ficando o individuo calvo.

Habitualmente na transição da adolescência para a fase adulta 80% do cabelo está na fase de crescimento (anagenenese), 20% está na fase de queda (telogenese) e poucos na fase de repouso (catagenese).

A queda diária normal de cabelos está relacionada com o número total de cabelos e com a duração da fase anagenica.

 

De seguida mostramos-lhe a composição de um pelo:
- Carbono: 45%
- Hidrogénio: 7%
- Oxigénio: 28%
- Nitrogénio: 15%
- Enxofre: 5%
Existem ainda na composição do cabelo os seguintes elementos: ferro, cobre, zinco, iodo, aminoácidos, proteínas, lípidos e água.

 

O fio de cabelo é essencialmente dividido em duas partes, a interior, localizado na derme, onde ocorre a formação ao nível da unidade folicular, nutrição e crescimento do cabelo, e a parte exterior que é visível, localizada na epiderme, projetando-se para fora desta.

 

Em relação às fases biológicas do cabelo é importante perceber, então:

1. Fase anagenica (fase de crescimento)

Nesta fase a duração da atividade das unidade foliculares varia conforme a raça, de região para região, a estação climatérica e a idade do individuo. A fase anagenica dura de 3 a 7 anos. No couro cabeludo humano 80% a 90% estão nesta fase, que é seguida por uma fase de transição curta.

2. Fase catagenica (fase de repouso)

Esta fase dura habitualmente duas a quatro semanas. E nela encontram-se 1% das unidades foliculares.

3. Fase telogenica (fase de queda)

Aproximadamente 20% das unidades foliculares estão nesta fase. É considerada normal a perca de 100 cabelos por dia. Acima deste numero, recomenda-se uma avaliação médica.

 

O termo cientifico para calvície masculina é Alopécia Androgenetica. Alopécia quer dizer perca de cabelo. Andro vem da hormona androgenica de nome testosterona e genética porque está ligado à hereditariedade.

Ou seja, nos homens, cerca de 95% das situações de calvície estão directamente relacionadas com a hereditariedade e os outros 5% estão ligados a situações traumáticas, de stress e infecções. Contudo não é a testosterona de forma directa que actua nos receptores da raiz do cabelo, mas sim a Dihidrotestosterona (DHT).

A maioria dos homens aceita esta perca sem grandes prejuízos psico-emocionais, porém outros aceitarão de forma bastante negativa a perca precoce dos seus cabelos, podendo mesmo ser vitimas de problemas emocionais e profissionais, piorando a sua qualidade de vida.

Para se ter uma ideia, aos 30 anos de idade aproximadamente 30% dos homens apresentam Alopécia Androgenetica. Aos 50 anos, aproximadamente 50% dos homens tem Alopécia Androgenetica. É na raça branca que existe mais Alopécia. Raramente a calvície se manifesta na adolescência. É comum aparecer após a adolescência e manifestar-se mais agressivamente entre os 20 e os 40 anos de idade. Após a sua instalação, alguns homens ficam completamente calvos em meia dúzia de anos, porém a maioria levará 15 a 25 anos até atingir um estado elevado de calvície. Após os 55 anos de idade raramente se inicia o processo de calvície, dado que os níveis hormonais estão baixos.

 

A perca de cabelos nos homens é diferente das mulheres, conforme se pode observar no seguinte esquema:

 

Vários autores identificam os diversos padrões de calvície em estágios que vão de 1 a 7, preferimos a classificação de Hamilton para os homens e de Ludwig para as mulheres. Nas tabelas, em baixo, poderá verificar e classificar o seu padrão de calvície. Entre os 20 e 50 anos de idade o processo de calvície está em evolução.

 

Portanto procure analisar as áreas onde perdeu cabelos e inclua na observação as áreas onde percebe que os seus cabelos estão mais finos e 10 delicados pois já estão em miniaturização e irão cair em breve. Após o exame físico saberá qual a sua classificação, que lhe servirá para poder ter uma perspetiva de quantos cabelos serão necessários para cobrir a sua área de calvície. Sabe-se que temos aproximadamente 250.000 cabelos na cabeça e que a região onde podemos ir buscar cabelos na cabeça para cobrir os locais de falta de cabelo corresponde aproximadamente a 15% desses 250.000 cabelos. É extremamente importante efetuar uma boa gestão da região dadora de cabelos, para que de futuro a região dadora não se esgote.

Camadas da Derme

Imagem 1

Estrutura de Unidade Folicular

Ciclo do Cabelo

Imagem 2

Ciclo Biológico do Cabelo

>Miniaturização

Imagem 3

Processo de Miniaturização

??

Imagem 4

Dihidrotestosterona (DHT)

Padrão Masculino e Feminino

Imagem 5

Padrão Masculino e Feminino de calvície

Padrões de Calvície

Imagem 6

Padrões de Calvície no Homem

Padrões de Calvície

Imagem 7

Tabela de Norwood / Hamilton para avaliação de calvície masculina

Padrões de Calvície

Imagem 8

Tabela de Ludwig para avaliação de calvície feminina

female baldness

Image 9

Unidades foliculares

antes e depois

Imagem 10

Antes e depois do transplante

imagem

Dr. Cruz Dinis

Conheça melhor a biografia e a experiência profissional do responsável pelo Centro de Transplante de Cabelo.

imagem

A Cirurgia

Explicamos-lhe exactamente como se processa a cirurgia, quais as técnicas utilizadas e os resultados que poderá esperar.

imagem

Perguntas e respostas

As perguntas mais frequentes sobre a perca de cabelo e o transplante capilar, respondidas pelo Dr. Cruz Dinis.